10 de setembro de 2012

Serie Casamentos - Egípcio

مساء الخير. (Boa Tarde), tudo bem ?
Mais um casamento interessantíssimo e lindo ... pelo menos eu achei !!!




Quando um egípcio gosta de uma garota, ele se abre para ela e esta conta a seus pais, que o moço em questão está interessado nela. Até aí tudo bem... agora a tradição e a diferença vem depois.
A moça pede permissão aos seus pais para poder conhecê-lo melhor. Caso a permissão seja concedida ele saem juntos , sozinhos ou com amigos, isso vai depender do acordo que fizeram com a família e aí sim podem se conhecer mais profundamente. A família de ambos também podem se encotrar em situações diferentes e marcar almoços e jantares para se conhecerem.
Caso o relacionamento dê certo e eles acharem que realmente se gostam, a família dele deverá investir mais em visitas a família dela para constar se ambos são bons partidos para seus filhos.
A família concedeu, é nessa hora que o noivo começa a abrir a carteira. Geralmente, o habibi dá um presente caro de noivado, o chamado “shabka”, que são, em sua maioria jóias de ouro e diamantes. Pode também ser um simples anel de ouro, caso a questão financeira do noivo não esteja tão bem assim.
Depois de tudo isso eles marcam a data para a festa de noivado, para mostrar para os amigos e para a família que iram se unir. Geralmente essas festas são dadas na casa de umas das famílias, a que for mais confortável, ou em um Buffet, caso sejam ricos.
Após o noivado, o noivo precisa comprar ou alugar um apartamento para eles. É costume o noivo dar ao pai da noiva uma quantia em dinheiro para que os país dela comprem móveis para a casa nova.
Depois que os móveis foram comprados o noivo se responsabiliza pela compra dos eletrodomésticos e a noiva fica com a cozinha e utensílios dessa área.
Com tudo isso, o noivo compra o vestido de noiva e paga pela festa de casamento. Muitas famílias das noivas hoje em dia partilham no preço da festa também.

Essa tradição se destina a alguns lugares do Egito, como o Cairo, por exemplo. Já no interior do pais as coisas são um pouco diferentes. Em lugares mais distantes da capital, ainda se costuma pedir um dote para entregar a filha ao seu futuro marido: pode ser dinheiro, ouro, camelos, bois, ovelhas ou terras.
As jóias que a mulher recebe no noivado e durante sua vida de casada é, de certa forma, uma "poupança" que ela vai fazendo ao longo da vida, para enfrentar algum revés.
A festa de casamento egípcio começa com uma "procissão" na rua, a zaffa, com tambores, tamborins e trompetes, que produzem uma música rítmica e ensurdecedora. Mulheres emitem um grito característico, o zagharit, como um trinado, ao agitarem rapidamente a língua. Em alguns lugares do Egito a zaffa é feita no Buffet de recepção pós casamento, já que o costume de sair na rua fica mais para famílias de baixa renda.  

Um vídeo da dança Zaffa (começa aos 1:00) 

Na frente da procissão vêm os músicos e dançarinos, vestidos com roupas brancas e vermelhas. As damas de honra, normalmente em número de seis, vestindo roupas brancas e carregando longas velas ou candelabros adornados com fitas e flores, marcham ao lado dos noivos, três de cada lado. Um pequeno garoto ou menina, à frente da zaffa, joga pétalas de rosas vermelhas sobre os noivos.
A noiva usa um longo vestido e véu brancos. Após a dança os noivos se dirigem á kosha, poltrona prateada com grinaldas de flores, no alto de uma plataforma, para uma melhor vista do salão com os convidados.


Após a recepção, os noivos passam juntos a lailat al-dokla (a primeira noite), na mesma cidade onde ocorreu a recepção. Irão passar a noite num hotel ou num apartamento vazio de algum amigo, porém nunca na casa dos pais, o que é considerado de mau agouro. A noiva dá de presente ao marido pijamas de seda, enquanto ele dá mais uma peça de jóia.

CURIOSIDADES
  • No Egito as mulheres não podem ter contato com homens que não tenha alguma intimidade com a família inteira. Quando o homem da casa (o Pai ou o marido) recebe visitas masculinas, todas as mulheres da casa devem ficar em um cômodo afastado, sem nenhum contato com esses homens. 
  • Ficar na varanda apreciando a paisagem poderia ser um momento interessante no Egito, mas nem ouse fazer isso. Expor a sua figura sem cobrir a cabeça e até mesmo o rosto é sinal de que a mulher não deve ser respeitada, ou seja, é considerada uma mulher da vida.
  • Vai a uma festa do Egito? Prepare-se para ficar apenas com as mulheres. A lei é mulheres de um lado e homens do outro.
  • No oásis de Siwa, perto da Líbia, as celebrações de casamento duram de 7 a 15 dias. A noiva troca de vestido todo dia. Assim, a partir dos 9 anos, as meninas de Siwa começam a preparar os vestidos de noiva com a ajuda da mãe e da avó.
  • As noivas dos beduínos do Sinai vestem um véu chamado konaa, decorado com moedas de ouro ou prata, conforme o status financeiro da família. O boro, que cobre a face da noiva, é também decorado com ouro ou prata e é considerado parte do dote.

  • Cada governadoria do Egito tem sua dança nupcial característica. No Alto Egito, por exemplo, há a dança do tahtib, dança da vareta, na qual dançarinos esgrimam com suas varetas ao som do mizmar, um instrumento de sopro rudimentar.

Isso é que é entrada triunfal :


Gostaram? 
Eu bem que queria uma entrada dessa !!
Amanhã tem mais ... não percam !!
Bjinhus ... 

Fontes:
Textos
Vídeos



Um comentário :

  1. Sempre tive curiosidade pela cultura egípcia, os casamentos são tão...surreais, sei lá, tipo, um filme mesmo, amei, lindo mesmo e essas músicas? UAU! BJs.

    ResponderExcluir

Você sabia que A-D-O-R-O receber comentários ??
Deixe o seu aqui e faça uma sempre noiva FELIZ !!!
Bjinhuss lindonas !!